domingo, 26 de outubro de 2008

O Coringão voltou !


"Ei, você aí ! Começa a fazer festa que o Corinthians vai subir !"
Esse era o grito que predominava na torcida do Corinthians no final do Jogo entre Corinthians e Bahia, no último final de semana.

Aliás, gritos de incentivo não faltaram para demonstrar todo o amor que a fiel torcida tem com o time. "Eu nunca vou te abandonar porque eu te amo", já dizia ela no fim do ano passado, com o rebaixamento.
E realmente não abandonou.
Dos 10 maiores públicos do campeonato até agora, 8 são do Corinthians.

E ao som de "Não Pára, não pára, não pára!", a fiel empurrou o time em todos os jogos. Foram apenas 2 derrotas até o momento.

E neste sábado, dia 25 de Outubro de 2008, o Pacaembu ficou marcado mais uma vez como palco de uma das maiores demonstrações de "corinthianismo" da história. Assim como aquele 13 de Outubro de 1977, fim do jejum de 23 anos. (ou a invasão ao Maracanã em 76, ou na recente recuperação frente ao Cianorte em 2005. Gastaria linhas e mais linhas relatando proezas da torcida, portanto vamos ao texto.)
Digo "Corinthianismo" porque apenas essa palavra pode definir o que é indefinível!

Como disse o palmeirense Mauro Betting em um brilhante texto publicado no Lancenet.com, "Não existe série A ou B. Só um fora de série. Só um Corinthians.
É por ele que o Pacaembu vai celebrar não se sabe ao certo o quê. Só se sabe que é Corinthians."


E realmente o Corinthians foi celebrado. O "bando de loucos", "loucos por ti corinthians" enfim pode comemorar. Minutos antes do término da partida, os auto-falantes do Pacaembu começaram a tocar a música de Roberto e Erasmo que parece ter sido feita especialmente para a ocasião:

"Eu voltei, agora pra ficar,
porque aqui, aqui é o meu lugar..."

O juiz apitou o final da partida e os jogadores comemoraram muito. "como final de Copa do Mundo", disse o jovem artilheiro Dentinho. Teve volta olímpica, jogador na arquibancada, choro dos que além de jogar, também são corinthianos, desde a infância (Elias, Dentinho, André Santos).

O fato é que o domingo amanheceu mais feliz para 25 milhões de brasileiros.
O Corinthians está na Série A. "Porque aqui, aqui é o meu lugar"
Julio C. Reyes Junior


video

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Exercício de Jornalismo Digital



Bom, vamos lá...

Terminei a leitura de "Jornalismo na Internet", de J.B. Pinho (Mestre e Doutor em Ciências da Comunicação pela Eca-USP), Summus editorial. Ideal para jornalistas, que após a leitura vão poder encontrar na Internet, recursos e alternativas que vão ajudar na prática da atividade jornalística. O livro analisa as principais características da rede, para uma compreensão correta de sua utilização como instrumento de comunicação.

Podemos encontrar no livro, desde como utilizar o correio eletrônico, até conceitos de design gráfico da Web e análises de texto jornalístico digital.

Portanto, pro profissional que pretende se aventurar na grande rede, este livro é uma verdadeira "mão no chip" !



Pra quem deseja adquirir o livro, aqui vai o link de onde se pode comprá-lo:


http://www.submarino.com/produto/1/213225/jornalismo+na+internet:+planejamento+e+produção+da+informação+on-line



* Esse é um exercício da disciplina de Jornalismo Digital - 6º semestre de jornalismo

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Pra não dizer que não falei das flores...


Poisé, muitos dias sem postar aqui no blog. Pois pra quem não acredita, estudante de jornalismo também fica sem tempo de vez em quando.

Mas, para não dizer que não falei das "flores" (pirulitos, crises, eleições e etc), aqui vão algumas "rapidinhas" pro Blog não ficar tão desatualizado.



Pirulito pra adoçar a vida da Ferrari.


Depois da lambança nada iluminada no primeiro GP noturno da história da Formula 1, a Ferrari decidiu aposentar o sistema eletrônico e voltar ao velho e bom "pirulito", usado nos pit-stops. Para os Ferraristas não terem mais motivo de choro, pirulito neles !


E por falar em lambança...


O Vasco da Gama não anda lá bom das pernas no campeonato Brasileiro. Mas parece que Odvan, zagueiro do time, prefere enxergar as coisas pelo "lado bom", mesmo que ele não exista. Após a última derrota do time, o zagueirão soltou a seguinte gafe: - A gente não pode dizer que essa derrota é uma catástrofe porque perdemos o jogo. Deus está sendo tão bom para gente que manteve o time na mesma posição no campeonato...

É Odvan, realmente não seria uma catástrofe se o Vasco da Gama não ocupasse o ÚLTIMO lugar na tabela ! Aí não tem como mudar de posição, não é mesmo ? Que beleza hein! hahaha


Dunga, sai ou fica ?


O Técnico da Seleção Brasileira de Futebol reuniu a equipe para os dois últimos jogos deste ano pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Para muitos, estes 2 jogos vão decidir o futuro de Dunga na seleção. Resultados positivos garantem sua permanência, mas qualquer resultado não satisfatório deve marcar o "adeus" do técnico que ultimamente tem tido muitos pesadelos. Afinal a torcida não perdoa e tem cantando sempre aquela velha musiquinha: "Burro, burro". Por que será, hein ?



A crise econômica na TV


E os jornais insistem em abordar de maneira exaustiva a tal crise econômica nos Eua, onde o governo está tendo de aplicar dinheiro público para sanar divídas de bancos irresponsáveis, para que o mercado mundial não entre no que eles chamam de estado de "caos".

Por aqui, Lula diz que a crise não deu as caras. Mas a imprensa segue fazendo-nos "digerir" o assunto. E aí vai a pergunta: Pra que parcela da população esse assunto é realmente interessante e aplicável ? Claro que deve-se abordar tais assuntos. O questionamento fica quanto à importância que se dá a assuntos como esses dentro do jornal. É necessário tanto tempo falando sobre o assunto ? Não está sendo feito uma dramatização demasiada do tema ? É preciso ficar tantos dias batendo na mesma tecla ? É realmente de se questionar.


Eleições 2008


Mais uma vez o processo eleitoral no Brasil deu show no quesito rapidez e praticidade. Justifica o fato de vários países acompanharem nosso processo eleitoral para aprender e aplicar em suas eleições.

A capital de Mato Grosso, Cuiabá mandou para o segundo turno, 2 candidatos: Mauro Mendes e Wilson Santos. Os cuiabanos aguardam.

Já a capital da Alegria, Alto Araguaia, não precisou de 2º turno para decidir seu próximo prefeito. O município está mais gordo do que nunca e não quer saber de regime pelos próximos 4 anos. (Alcides Gordo foi eleito com 38% dos votos)

E olha que por aqui, antes das eleições, teve partido prometendo 300 mil reais para reformas do Campus da Unemat. E diziam que a verba era independente do resultado das eleições.

Como bem diria Silvio Santos: "Eu só acreditooo, VENDOOO!"




quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Um pouco além do Festival Náutico.


Há que se admitir: O Festival Náutico sob um certo aspecto melhorou. Com uma visão mais ampla e modernista, a organização do Festival Náutico 2008 implantou melhorias em relação às edições passadas. Talvez fruto da reportagem de Isaac Fernandes ao paredão de 20/09/07, onde era destacado o "Festival de lixo" no rio Araguaia, foram colocadas grades protetoras ao longo do rio, tentando impedir a poluição. O espaço para os shows foi ampliado, parte do local do evento foi asfaltado, aumentou o número de atrações de nível nacional e também foi montado uma superestrutura jamais vista em terras araguaienses.
Porém, indo um pouco além do espetáculo (entenda-se espetáculo como a grande construção e sustentação do belo, da festa, do clima que envolve a cidade), pode-se notar alguns pontos que passam desapercebido aos olhos dos que estão festando. Pouca gente sabe que simultâneamente ao Festival Náutico, acontece também o Festival Cultural. Porém esse é o "primo pobre" dos eventos que acontecem nesta época. (Há também o Festival Gospel, Casamento Comunitário e Jogos Esportivos).
Com muito menos expressão e investimento, o Festival Cultural fica quase que escondido, literalmente. Uma barraca de porte pequeno em uma rua mal iluminada é onde fica exposto o rico artesanato araguaiense. Situação diferente à megaestrutura dos palcos onde os artistas se apresentaram esse ano.
Enquanto o Festival Náutico é "bajulado" pela imprensa, a população se diverte, ficando "cega" para alguns tipos de problemas. Pão e circo, assim como nos jogos do time da cidade, o Araguaia. Uma alta estrutura montada pela prefeitura, que deixa seu slogan, logotipo, e toda e qualquer marca que possa relacionar o sucesso dos eventos à sua imagem.
Lazer e entretenimento é importante para qualquer cidadão. Isso é fato. Faz parte do chamado "Well-being". O que não se pode é superdimensionar esses fatos e fazer deles uma espécie de "tapa-olho" social.
Enquanto Netinho da Bahia canta: "pega a latinha e bate uma na outra", muitas crianças pegavam as latinhas e as colocavam em um saco para vender e conseguir dinheiro. Na esperança de que talvez um dia elas possam cantar os versos de uma outra música entoada por Netinho naquele dia: "Valeu a pena, valeu a pena".
* Neste último post, percebi que ao longo do que ia escrevendo, o texto ia perdendo cada vez mais o caráter jornalístico tradicional. Bom, mas devemos considerar que essas não são páginas de um jornal ou revista. Se trata de um blog, e a proposta é essa: Uma nova forma de comunicação. Pelo que já li e percebi na internet, o Blog é as vezes um diário de quem escreve. Serve como instrumento de desabafo, divulgação, prática jornalística, fonte de informação, e enfim, é aí que está a multifuncionalidade da internet. Essas convergências na comunicação, retratadas principalmente na internet , caracterizam a "nova onda" da comunicação.
Por fim, a embriaguez e a falta de pilhas me levou a não tirar fotos da festa, mas essas pode-se achar na internet, aos montes. Porque essas sim são divulgadas. Já as crianças trabalhando e a "cultura escondida" não se tem registro, por falha do estudante de jornalismo aqui ( eu ) que deveria fundamentar seu relato.
Mas para isso serve esse blog: praticar, errar e aprender. Então como já dizia Santos Dumont: "Rapadura é doce, mas não é mole não".

* O Festival Náutico acontece anualmente na cidade de Alto Araguaia - MT. De 3 a 7 de Setembro de 2008 aconteceu sua 12ª edição.


quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Quem não chora, não mama.


Quem não chora, não mama.

Está confirmado: O presidente Lula sancionou a medida que amplia a licença maternidade de 4 para 6 meses. Porém, essa medida é facultativa. As mães vão ter de negociar com as empresas essa prorrogação. A nova legislação passa a valer a partir de 2010.
Embasados em estudos feitos pela Organização Mundial de Saúde, os idealizadores da lei argumentam que 4 meses é insuficiente para uma amamentaçãosaudável e completa do bebê. Dados comprovam que os recém-nascidos apresentam melhor saúde e maior proteção às doenças com 6 meses de amamentação, além de estreitar os laços entre mãe e filho.
Alguns donos de empresas talvez não gostem desse aumento, pelo tempo em que suas funcionárias ficarão ausentes. Para eles, enquanto os bebês mamam, as mães também vão "mamar" em suas empresas, sem estar trabalhando.

*Saiba mais: (links relacionados)

http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL754129-9356,00-LULA+SANCIONA+LEI+QUE+AUMENTA+PERIODO+DA+LICENCAMATERNIDADE.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM880365-7823-APROVADA+A+AMPLIACAO+DA+LICENCAMATERNIDADE,00.html